quarta-feira, 18 de novembro de 2009


Quando crianças, acreditamos nos sonhos mais impossíveis, temos os desejos mais incomuns e nada nos preocupa.
Tudo é simples como uma folha que cai de uma árvore no período de outono! Preocupações, pra quê?
Nossos protectores se encarregam desta parte, quanto nós crianças, vivemos a vida simplesmente fazendo com que cada momento seja motivo de brincadeira e risada.
Bom esse tempo o qual cada ser diz: " Como era bom quando eu era criança "passou... Ficam apenas as lembranças dos momentos vividos e sentimos aquela saudade descontrolável...
Bom mesmo é ser crianças ou encontrar dentro de si a criança que nos habita no nosso 'eu' interior.
É saber enfrentar a vida com olhos inocentes e reconhecer cada erro com uma risada entendedora.
É formidável que as pessoas sejam mais ingênuas e saibam reconhecer o valor das pequenas coisas da vida, que apreciem uma bela musica como ela é, que encontrem na vida a liberdade de ser feliz ao lado de outro ser sem pedir algo em troca, pois "viver é a coisa mais rara do mundo e a maioria das pessoas apenas existe"....
Por isso viva cada momento como se fosse o ultimo, liberte a energia que existe dentro do seu interior e faça da vida um livro onde cada página seja escrita com altencidade e sinceridade sabendo enfrentar cada obstáculo com garra e determinação, para que um dia possa olhar para o passado e dizer " foi difícil, mas venci! "

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Migalhas
Sinto muito, mas não vou medir palavras. Não se assuste com as verdades que eu disser.
Quem não percebeu a dor do meu silêncio, não conhece o coração de uma mulher!
Eu não quero mais ser da sua vida. Nem um pouco do muito de um prazer ao meu dispor.
Quero ser feliz, não quero migalhas do seu amor...
Quem começa um caminho pelo fim, perde a glória do aplauso na chegada.
Como pode alguém querer cuidar de mim, se de afeto esse alguém não entende nada!
Eu não quero mais ser da sua vida. Nem um pouco do muito de um prazer ao seu dispor.
Quero ser feliz, não quero migalhas do seu amor...
Não foi esse o mundo que você me prometeu. Que mundo tão sem graça mais confuso do que o meu!
Não adianta nem tentar maquiar antigas falhas, se todo o amor que você tem pra me oferecer são migalhas, migualhas...
(Simone)